Municípios firmam parcerias e conseguem economizar 50% nas compras compartilhadas

21 de dezembro de 2017

timthumbA Confederação Nacional de Municípios (CNM) tem promovido ações para mostrar aos gestores a importância de buscar parcerias que possam viabilizar a gestão municipal, principalmente diante da escassez de recursos. As cidades situadas na fronteira oeste e na Campanha seguiram esse entendimento e implementaram um consórcio público que pudesse economizar nas compras compartilhadas entre os Municípios da região.

O Consórcio de Desenvolvimento das Cidades do Pampa Gaúcho (Codepampa) conta com a participação de 15 Municípios e surgiu em 2015 com o objetivo de buscar em conjunto alternativas de desenvolvimento. O presidente do Codepampa e prefeito de Quaraí, no Rio Grande do Sul, Ricardo Gadret, reforçou que a parceria ao longo de dois anos trouxe resultados importantes para as cidades que fazem parte do consórcio. 

“Dentre as atividades do consórcio eu destacaria o início das compras compartilhadas de medicamentos que foi um instrumento de uso da inteligência coletiva dos integrantes do Codepampa. Essa iniciativa resultou em uma economia expressiva na aquisição desses insumos de consumo diário (medicamentos distribuídos pelas prefeituras). Teve Município que chegou a economizar 50% com esses itens”, relatou.

Alternativas para a crise

O prefeito destacou que os Municípios precisam buscar alternativas diante do cenário econômico vivenciado no País. Para ele, o caminho é a união dos Entes na tentativa de equalizar os gastos das cidades. “Já que não temos condições de trabalhar com as receitas dos Municípios, pois sabemos que elas não irão aumentar, vamos trabalhar com as despesas para que esses recursos utilizados e economizados possam ser empregados em outras áreas da gestão”, defendeu.

Além da economia na compra compartilhada, o presidente do Codepampa ressaltou que outro ponto fundamental da parceria é a interação dos gestores por meio de experiências. “A troca de informações por parte dos prefeitos agrega muito. Essa incorporação de conhecimento tem sido de grande valia. A gente fica atualizado de situações que podem ser empregadas nos seus Municípios trazendo o uso inteligente do conhecimento em prol da comunidade”, destacou.

Os consórcios públicos são possibilidades de união entre os entes federados por meio da criação de uma nova pessoa jurídica para fazer a gestão dos recursos públicos. Eles podem ser celebrados em várias áreas da administração municipal. A CNM disponibiliza materiais com informações sobre a busca de parcerias e possui uma equipe técnica para auxiliar os gestores municipais referente ao assunto. Dúvidas e informações podem sanadas no portal da Confederação e pelo telefone (61) 2101-600.

Com informações do Jornal do Almoço  

Voltar